Arquivos da categoria: Free Surf

Vídeos e matérias sobre o surf fora das competições.

Quantos litros têm sua prancha?

Ultimamente temos ouvido muito a palavra “litragem”. Qual a litragem de sua prancha? Nada mais é que o volume de sua prancha. Geralmente, quando o surfista vai comprar sua nova prancha, ele se preocupa muito com o volume dela. E está certo, vamos ver um pouco desse conceito de litragem das pranchas.

Antigamente queríamos saber só a altura, largura e espessura das pranchas já era suficiente, porém, com as novas técnicas e desing moderno da prancha, o mercado ficou cada vez mais rigoroso. O volume ajuda saber como será a flutuação da prancha. Apesar de volume ser medido em m³, no surf é medido em litros.

prancha de surf rip curl

prancha de surf rip curl

Uma maneira fácil de entender e lembrando que garrafas e galões a quantidade de água que possui dentro dela e por litro. Garrafas de 2 litros, 3 litros medidos deste modo. Já com as pranchas menores variam de 17 litros até 30 litros, as maiores como as longboards de 75 litros a 90 litros.

O volume distribuído pelo comprimento e espessura da prancha varia muito sua flutuação na água, por isso devemos medir todos esses fatores. Os materiais de fabricação dessa prancha não interferem em seu desempenho desde que tenha o volume adequado. O conceito de litragem serve mais para a flutuação estática, aquela que não tem movimento e é só para o atleta permanecer em cima da prancha sem movimento.

Some seu peso com a litragem da prancha e pronto, terá uma noção se está muito pesada ou não para flutuar da maneira que você deseja, mas se você é iniciante vale ver o vídeo abaixo e escolher uma usada para começar no mundo do surf:

Você gosta de surfar a noite?

Muita gente gosta de surfar a noite. Não tem sol, existem poucas pessoas olhando (as vezes nenhuma), a água é bem mais fria, menos surfistas querendo rabiar sua onda e etc.

Surf no período da noite pode ser muito legal, mas pode ser perigoso também. Nunca se deve surfar a noite em um local desconhecido. Podem ter pedras, corais e pouca iluminação.

A iluminação da lua favorece muito para quem gosta de surfar à noite. Só que é recomendado que a praia também tenha uma boa iluminação. Desta forma você possa enxergar tudo que está fazendo e os riscos diminuem. Existem até muitos surfistas que colocam uma iluminação em sua roupa e na sua prancha, desta forma os outros surfistas e banhistas também o enxergarão, além de ficar com visual estiloso.

Iluminação de roupas de surf

Iluminação de roupas de surf

Amar o esporte de dia, de tarde e de noite. Por que não? Amar o mar com todas suas formas e temperaturas. E se prepare, é muito mais gelado de noite, vá com uma roupa especifica para surf em temperaturas muito baixas. E iniciantes devem tentar a surfar apenas na parte do dia, enquanto está o dia está claro.

Aproveite o máximo que puder, e lembre-se de ter cuidado redobrado. Se já surfou a noite, comente aqui sua experiência.

Melhores praias para surf no Brasil

Brasil é um lugar privilegiado no quesito de praias. Existem praias de todos os tipos e o melhor, com ondas ótimas para praticar do esporte. Sendo assim, esse é um dos motivos que pode ajudar muito aos brasileiros a mandarem tão bem no surf. As praias do Brasil são conhecidas pelo mundo inteiro. E se destaca como um dos melhores lugares para se surfar.

Infelizmente, a poluição está acabando com muitas dessas belíssimas obras da natureza. Porém, ainda existem muitas que estão perfeitas para pegar altas ondas.

Praia de Itaúma- Saquarema RJ

Praia de Itaúma- Saquarema RJ

Veja a lista de algumas dessas praias:

Cacimba do Padre (Fernando de Noronha, Pernambuco)

Itamambuca (Ubatuba, São Paulo)

Boca da Barra (Itacaré, Bahia)

Itaúma (Saquarema, Rio de Janeiro)

Maresias (São Sebastião, São Paulo)

Pico das Almas (Caucaia, Ceará)

Praia da Carnaubinha (Paracaru, Ceará)

Praia do Forte (Mata de São João, Bahia)

 

E muitas outras praias do Brasil também são ótimas para praticar o esporte. Tenha certeza que irá se divertir e curtir muito em todas essas praias. Se você for apaixonado por viagens e surf. Por que não surfar em cada uma? Para quem já teve oportunidade de surfar em algumas dessas praias e quiser compartilhar a experiência conosco, basta apenas deixar o comentário aqui em baixo. Bom surf e boas praias.

Como personalizar sua prancha de surf?

Não existe só a moda do surf em roupas. Também existem vários surfistas de estilo com suas pranchas super diferentes. Ter uma prancha única e personalizada é o desejo de quase todo surfista. Por que não pintar a prancha do seu jeito e estilo?

Colocar a prancha de acordo com perfil do surfista não necessariamente precisa de um profissional especializado no assunto. Caso a pessoa não tenha dinheiro para pagar um profissional, nada impede de personalizar a sua prancha em casa mesmo.

Pranchas, Fonte: gshow.globo.com

Pranchas estilizadas.

Não é necessário muitas coisas para personalizar sua prancha. Veja abaixo a lista de itens:

– Jornal (para não borrar o resto q não será pintado);

– Fita adesiva (para segurar o molde do desenho em sua prancha);

– Molde do desenho;

– Spray de tinta da cor que deseja ;

– Local apropriado para pintura e para a secagem desta.

É bem simples personalizar sua prancha. Basta apenas colocar o molde preso com fita adesiva no local que deseja pintar. Forrar o resto de sua prancha com jornal, para que não ocorram borrões. Jogar a tinta no molde. Espere secar por um ou dois dias. Retire o molde e jornal. Sua prancha ficará do jeito que deseja e irá ser um surfista de personalidade.

Entenda melhor assistindo o vídeo abaixo:

 

O que é World Surf League (WSL)?

Muitas vezes lemos e ouvidos essa sigla sem saber o significado. Muitos não sabem qual a função dessa organização. Agora chega de apenas “ouvir falar sobre”.

A WSL é a liga mundial de surf,empresa que comprou os direitos de realização, transmissão e organização da extinta ASP. Ela organiza aqueles eventos de classe mundial, apenas com profissionais, fazendo dois rankings anuais com os melhores surfistas. Existem várias sedes de escritórios da WSL espalhadas pelo mundo: New York, Havaí, Europa, Austrália, America do Norte, America do Sul e a organização em si está na Califórnia.

As transmissões são feitas ao vivo pelo próprio site worldsurfleague.com.br. Eles transmitem todas as etapas da liga, entre eles destacam-se: (QS) Qualifying Series que é responsável por qualificar os 10 melhores atletas para liga mundial de surf, Big Wave Tour, Longboard, Pro Junior e o mais famoso deles que é o World Surf League Championship Tour (CT) onde são definidos os campeões mundiais e o último pico de surf é a famosa Pipeline, a super onda em Oahu no Havaí. São em torno de 11 etapas, e agora na quarta etapa em maio está sendo no Rio de Janeiro.

Fonte: Twitter WLS

Fonte: Twitter WLS

 

Vamos entender como funciona a pontuação de cada etapa:

1° lugar = 10.000 pontos

2° lugar = 8.000 pontos

3° lugar = 6.500 pontos

5° lugar = 5.200 pontos

9° lugar = 4.000 pontos

13° lugar = 1.750 pontos

25° lugar = 500 pontos

Lesionado = 500 pontos

 

Confira abaixo o atual ranking da WSL:

1°: Adriano de Souza (BRA) – 24.500 pontos
2°: Mick Fanning (AUS) – 16.950
3°: Filipe Toledo (BRA) – 15.700
4°: Julian Wilson (AUS) – 14.950
5°: Nat Young (EUA) – 14.750
6°: Taj Burrow (AUS) – 13.450
7°: Josh Kerr (AUS) – 12.250
8°: John John Florence (HAV) – 11.500
9°: Kelly Slater (EUA) – 10.950
9°: Jordy Smith (AFR) – 10.950
9°: Owen Wright (AUS) – 10.950
12°: Miguel Pupo (BRA) – 8.750
13°: Jeremy Flores (FRA) – 8.500
14°: Joel Parkinson (AUS) – 7.500
14°: Sebastian Zietz (HAV) – 7.500
16°: Gabriel Medina (BRA) – 7.450
17°: Jadson André (BRA) – 6.250
17°: Matt Wilkinson (AUS) – 6.250
17°: Glenn Hall (IRL) – 6.250
17°: Italo Ferreira (BRA) – 6.250
21°: Michel Bourez (TAH) – 6.200
21°: Bede Durbidge (AUS) – 6.200
21°: Wiggolly Dantas (BRA) – 6.200

Podemos notar então que o Brasil sempre está se destacando nos campeonatos de surf.

 

Uma onda eterna é o projeto da KS WAVES CO.

A Kelly Slater Waves Company tem projetos muito interessantes. Um deles é a “onda eterna”, nada mais seria que uma piscina muito grande com ondas artificiais. A diferença dessa piscina é que ela seria redonda. Ou seja, a onda não teria fim.

Seria o máximo surfar em uma onda segura, sem fim e que não fosse interrompida por nenhum fenômeno natural. Uma onda para todos como Kelly Slater quer oferecer. Com essa onda vai aumentar muito o número de atletas no esporte. Muitos tem medo do mar, mas ninguém tem medo de piscina.

KS-Wave-Company

KS-Wave-Company

 

A piscina seria localizada em uma ilha, provavelmente em Gold Cost na Austrália. Seria o primeiro local, sendo que se o projeto der realmente certo, vai ser colocado em vários locais do mundo.

Esse projeto tem tudo para dar certo, com as ondas tecnológicas, todos vão poder surfar e até competir sem sofrer qualquer injustiça, pois a onda vai ser sempre a mesma. Óbvio que nada é como o mar, natureza, água salgada e etc. Porém, seria ótimo ver o esporte se expandindo pelo mundo, por países que não tem mar e desenvolver novas frentes para o surf.

E você, já teve alguma experiência com piscinas de ondas? Trocaria a sua praia por uma piscina de ondas?

 

Confira o filme do surfista da elite mundial Jadson André

Jadson é natural de Natal, Rio Grande do Norte, e tem hoje 24 anos. Surfa desde os 7 anos e já conquistou importantes títulos. Além de vencer a etapa Prime na praia de Carcavelos em Portugal em 2013, foi campeão mundial Júnior, duas vezes vice-campeão mundial Pró Júnior, campeão do WQS 6 prime em Durban 2009, terceiro colocado no Circuito Mundial WQS e campeão do WCT Brasil 2010.

Sem pressão (No Pressure), é o primeiro filme de Jadson Andre. Filmado em lugares como Madilvas, Mentawaiis, Hawaii, Fernando de Noronha, Austrália, Portugal, Califórnia, África do Sul e Natal. O filme conta a trajetória do atleta no ano de 2013, seus desafios, superações e vitorias, até seu retorno a elite do surf Mundial. O filme foi editado em 4 “Websodios”. Aqui você tem um versão completa do filme sem cortes.

Sabia que bebês também surfam?

Os pequeninos também entraram nessa onda. Para crianças, e até bebês, o importante é se divertir, por isso eles se adaptam tão bem ao surf. Sem medo e com ousadia eles vão longe.

É muito normal ir até praia e ver crianças com suas pranchas, e muitas vezes até seus próprios pais ensinam aos seus filhos. Acho que o sonho de todo surfista é ter um filho ou filha surfista também. Para isso acontecer deve-se ter em mente a resposta de algumas questões muito frequentes sobre o tema.

Daniel-Templar

Daniel-Templar

 

Idade para surfar: Não existe uma idade certa, mas crianças com 3 ou 4 anos já podem começar. Nessa idade elas estarão com o físico mais preparado, entenderão melhor as dicas e vão ter mais equilíbrio. Prova disso é esse vídeo abaixo onde o pai, considerado irresponsável por muitos, leva seu filho bebê de 9 meses para surfar:

Riscos do surf para crianças: Até quando saímos na rua já é arriscado. E como todo esporte, o surf também tem alguns riscos. Porém, com a ajuda de profissionais adequados e orientação, as crianças estarão seguras.

 Malefícios do surf para crianças: Não existe nenhum, pelo contrário, o surf desenvolve o reflexo da criança, desenvolve o preparo físico, aumenta o apetite, desenvolve a capacidade pulmonar e resistência cardiovascular, aumenta o bom humor e leva a criança a ter um comportamento mais calmo.

Se você é pai e não sabe como ensinar seu filho a surfar, não se preocupe. Existem diversas escolinhas de surf que são voltadas para toda faixa etária. Tenha em mente que seu filho(a) irá se divertir e fazer o que gosta. Acompanhe os treinos dele e sempre dê o apoio necessário ao pequeno surfista.

Conhece a onda mais famosa do mundo?

Uma das melhores e mais temidas ondas. A Pipeline se localiza na costa norte na ilha de Oahu no Havaí. Ela possui uma formação de tubo e é repleta de corais muito afiados. Sua expansão tem em média 4 metros de altura, mais ou menos 15 ou 16 pés.

Surfar na Pipeline é um grande desafio para vários surfistas. Infelizmente, alguns não voltaram de lá. Existe uma média de mortes na Pipeline de uma por ano. Porém, mesmo com esses acontecimentos a onda continua linda e muito reconhecida no mundo inteiro.

Foi em Pipeline que Gabriel Medina recebeu a taça de campeão mundial de 2014 das mãos de Mick Fanning. Foto: WSL Kelly Cestari

Foi em Pipeline que Gabriel Medina recebeu a taça de campeão mundial de 2014 das mãos de Mick Fanning. Foto: WSL Kelly Cestari

A melhor época para se surfar lá é no inverno, o vento do Sul facilita a entrada na onda e o melhor desempenho do surfista.

Diversas manobras podem ser realizadas lá, sempre tendo consciência que existe um coral muito afiado e perigoso no fundo dessa onda.  Banzai Pipeline é o pico dos sonhos de todo surfista. Quem consegue pegar uma boa onda lá já pode ser considerado um ótimo atleta de surf.

A onda para a direita é chamada de Backdoor. Julian Wilson venceu a última etapa do tour, o Pipe Masters em 2014. Foto: WSL  Kirstin Scholtz

A onda para a direita é chamada de Backdoor. Julian Wilson venceu a última etapa do tour, o Pipe Masters em 2014. Foto: WSL Kirstin Scholtz

Assistas aqui um pouco da pipeline:

“Who is JOB 5.0” é novo filme de Jamie O´Brien

Jamie O´Brien é um surfista um tanto diferente. Atualmente com 31 anos, o local do North Shore, Hawaii, ele sempre disse que foi uma criança de sorte por crescer perto de umas das ondas mais perfeitas e adoradas do mundo, Pipeline. Não por acaso ele foi um dos ganhadores do Pipe Masters mais jovem da história.

O pai de O´Brien era salva-vidas em North Shore e por isso ele estava sempre por la conversando com os surfistas desde criança, foi quando se interessou pelo surf.

O´brien fazendo self enquanto surfa. Foto: Facebook do atleta.

O´brien fazendo self enquanto surfa. Foto: Facebook do atleta.

Ainda adolescente já se via o menino descendo as bombas para Pipe e Backdoor com facilidade, ousadia e uma coragem que pouca se via até nos mais experientes. Jamie sempre foi do tipo destemido e essa coragem, que também pode ser vista como loucura, o leva a fazer drops impossíveis de concluir, em locais rasos com fundo de recheado por corais. Parece que ele gosta é de tomar uma vaca mais insana do que a outra.

Dentre várias participações em show na TV, e vídeos para o Youtube, ele tem uma série que fez com seu patrocinador onde consolidou a fama com vídeos com mais 2 milhões de acessos. A série “Who is Jamie O´Brien”, que em tradução livre significa “Quem é Jamie O´Brien” traz o jovem de 31 anos fazendo sua maluquices pelo Hawaii com seus amigos.

Confira o “Teaser de Who is JOB 5.0”:

Who is JOB 4.0 tomando vacas insanas:

Who is JOB 3.0:

O cara é mesmo muito louco! E você já viu um surfista parecido com JOB? Conte-nos pois queremos saber quem é ele.