Arquivos da Tag: ondas

Surf não é só na praia

Já pensou surfar em rios também? Com ondas super rápidas, esses rios existem.  Existem diversos rios no mundo que criam ondas muito boas. São chamadas de macaréus, no Brasil existe a tão famosa Pororoca. Essa ondas são bem raras, acontecem poucas vezes ao mês, e as vezes apenas uma vez ao ano.

Assista aqui ao vídeo da nossa Pororoca no Rio Amapá:

Essas ondas dos rios percorrem muitas vezes até 456 km. Chegam a ter 10 metros de altura com uma velocidade de 40 km/h. É uma onda que é para ser muito aproveitada para quem ama o esporte.

Surfar na Pororoca ou em qualquer outra onda de rios é um privilegio para poucos.

Veja aqui a lista de várias ondas macaréus:

– Rio Campar – Sumatra, Indonésia

– Rio Qitang– Hangzhou, China

– Rio Eisbach – Munique, Alemanha

– Rio Waimea  – Waimea, Hawaii

– Rio Araguari – Amapá, Brasil

Quem já teve a oportunidade de surfar em algumas dessas ondas não se esqueça de compartilhar a experiência conosco. Pode ter certeza que é diversão e adrenalina garantida para quem pega uma dessas gigantes da natureza.

 

 

 

 

Você gosta de surfar a noite?

Muita gente gosta de surfar a noite. Não tem sol, existem poucas pessoas olhando (as vezes nenhuma), a água é bem mais fria, menos surfistas querendo rabiar sua onda e etc.

Surf no período da noite pode ser muito legal, mas pode ser perigoso também. Nunca se deve surfar a noite em um local desconhecido. Podem ter pedras, corais e pouca iluminação.

A iluminação da lua favorece muito para quem gosta de surfar à noite. Só que é recomendado que a praia também tenha uma boa iluminação. Desta forma você possa enxergar tudo que está fazendo e os riscos diminuem. Existem até muitos surfistas que colocam uma iluminação em sua roupa e na sua prancha, desta forma os outros surfistas e banhistas também o enxergarão, além de ficar com visual estiloso.

Iluminação de roupas de surf

Iluminação de roupas de surf

Amar o esporte de dia, de tarde e de noite. Por que não? Amar o mar com todas suas formas e temperaturas. E se prepare, é muito mais gelado de noite, vá com uma roupa especifica para surf em temperaturas muito baixas. E iniciantes devem tentar a surfar apenas na parte do dia, enquanto está o dia está claro.

Aproveite o máximo que puder, e lembre-se de ter cuidado redobrado. Se já surfou a noite, comente aqui sua experiência.

Melhores praias para surf no Brasil

Brasil é um lugar privilegiado no quesito de praias. Existem praias de todos os tipos e o melhor, com ondas ótimas para praticar do esporte. Sendo assim, esse é um dos motivos que pode ajudar muito aos brasileiros a mandarem tão bem no surf. As praias do Brasil são conhecidas pelo mundo inteiro. E se destaca como um dos melhores lugares para se surfar.

Infelizmente, a poluição está acabando com muitas dessas belíssimas obras da natureza. Porém, ainda existem muitas que estão perfeitas para pegar altas ondas.

Praia de Itaúma- Saquarema RJ

Praia de Itaúma- Saquarema RJ

Veja a lista de algumas dessas praias:

Cacimba do Padre (Fernando de Noronha, Pernambuco)

Itamambuca (Ubatuba, São Paulo)

Boca da Barra (Itacaré, Bahia)

Itaúma (Saquarema, Rio de Janeiro)

Maresias (São Sebastião, São Paulo)

Pico das Almas (Caucaia, Ceará)

Praia da Carnaubinha (Paracaru, Ceará)

Praia do Forte (Mata de São João, Bahia)

 

E muitas outras praias do Brasil também são ótimas para praticar o esporte. Tenha certeza que irá se divertir e curtir muito em todas essas praias. Se você for apaixonado por viagens e surf. Por que não surfar em cada uma? Para quem já teve oportunidade de surfar em algumas dessas praias e quiser compartilhar a experiência conosco, basta apenas deixar o comentário aqui em baixo. Bom surf e boas praias.

Conhece a onda mais famosa do mundo?

Uma das melhores e mais temidas ondas. A Pipeline se localiza na costa norte na ilha de Oahu no Havaí. Ela possui uma formação de tubo e é repleta de corais muito afiados. Sua expansão tem em média 4 metros de altura, mais ou menos 15 ou 16 pés.

Surfar na Pipeline é um grande desafio para vários surfistas. Infelizmente, alguns não voltaram de lá. Existe uma média de mortes na Pipeline de uma por ano. Porém, mesmo com esses acontecimentos a onda continua linda e muito reconhecida no mundo inteiro.

Foi em Pipeline que Gabriel Medina recebeu a taça de campeão mundial de 2014 das mãos de Mick Fanning. Foto: WSL Kelly Cestari

Foi em Pipeline que Gabriel Medina recebeu a taça de campeão mundial de 2014 das mãos de Mick Fanning. Foto: WSL Kelly Cestari

A melhor época para se surfar lá é no inverno, o vento do Sul facilita a entrada na onda e o melhor desempenho do surfista.

Diversas manobras podem ser realizadas lá, sempre tendo consciência que existe um coral muito afiado e perigoso no fundo dessa onda.  Banzai Pipeline é o pico dos sonhos de todo surfista. Quem consegue pegar uma boa onda lá já pode ser considerado um ótimo atleta de surf.

A onda para a direita é chamada de Backdoor. Julian Wilson venceu a última etapa do tour, o Pipe Masters em 2014. Foto: WSL  Kirstin Scholtz

A onda para a direita é chamada de Backdoor. Julian Wilson venceu a última etapa do tour, o Pipe Masters em 2014. Foto: WSL Kirstin Scholtz

Assistas aqui um pouco da pipeline:

Checando a previsão para ondas

Muitas vezes temos aquela vontade de ir até a praia e surfar altas ondas. Porém, podemos nos decepcionar com o clima do tempo, se a onda não estiver como gostaríamos, não for um passeio bom para família, não podemos nos divertir com os amigos e etc.

Devemos lembrar que ondas são formadas a partir dos ventos e marés. Então, o principal fator para ondas é o clima do tempo. Existem vários locais na internet que dizem o boletim das ondas. Que nada mais é que a previsão de como estarão as ondas naquele dia, isso poupa tempo e é muito recomendado para todos os surfistas.

Observe se o tempo estiver nublado ou chuvoso. Em caso de chuva não entre na água, pois o mar devido a alta salinidade é um ótimo local para atrair raios.

Se o vento estiver muito forte é péssimo para iniciantes, as ondas ficam mais difíceis e instáveis.

Verificar a temperatura da água também se pode fazer no boletim das ondas. Desta forma saberemos qual roupa usar. Em caso de estar acima de 19°graus o surfista não tem com que se preocupar.

Veja também a visibilidade da água, se está conseguindo enxergar as ondas com facilidade. Tudo isso encontrado no boletim das ondas. Não só a visibilidade é um fator importante, mas a formações das ondas, saber como elas estão sendo formadas, se estão com uma formação boa ou regular.

Observar todas essas condições do mar é fundamental para o surfista não ter grandes surpresas ao chegar na praia. Em campeonatos é essencial estudar as ondas antes, de todos os tipos e já ter uma ideia de como estarão as ondas daquele dia.

 

 

As maiores ondas do surf

Ondas são geradas pela quantidade de vento no mar, existem vários fenômenos naturais que podem modificar as ondas e os locais destas. Uma onda tem em média de 1,5m a 3m de altura. Porém, com ressacas, tempestades e a cheia da maré o cenário do surfista pode ser completamente alterado. Desta forma, serão formadas grandes ondas e dependendo da qualidade do surfista pode até ser uma alteração positiva.

Todos já ouviram falar de tsunami. São ondas gigantescas formadas terremotos ou até pequenos tremores na terra.  As outras ondas são formadas por fenômenos simples como o vento e a ajuda da terra, já que a terra é a base para onda se deslocar.

Veja a lista de lugares com as maiores  ondas:

1- Lituya Bay (Alasca) – 30,4 metros

2 – Costa da Noruega –  25,6 metros

3 – Nazaré (Portugal) – 23,7 metros

4 – Oahu (Havaí) – 9,1 metros

5 – Hangzhou (China) – 8,8 metros

6 – Teahupo’o (Tahiti) – 7,6 metros 

As ondas mais famosas que são conhecidas pela sua beleza e perfeição são as do Havaí. E logo quando se fala em Havaí se tem uma imagem em mente sobre praias e ondas. Essa imagem está certa, é grande ponto forte do local. Atrai não só turistas, mas também surfistas de todo o mundo.

Todas as ondas possuem sua elegância e presença marcada. Porém, a onda deve ir de acordo com perfil do surfista. Se for ousado e corajoso ele pode arriscar ondas maiores e até ondas gigantes, mas se for um surfista iniciante é recomendado ondas pequenas. Grandes ou pequenas todas possuem sua beleza natural.