Arquivos da Tag: vaca

Alejo Muniz é chamado para a vaga de Jeremy Flores #JBayOpen

Jeremy Flores é a primeira baixa oficial para o J-Bay Open. O surfista francês sofreu recentemente um acidente enquanto surfava na indonésia e as lesões resultantes dessa situação vão impedi-lo de estar presente na sexta paragem do World Tour 2015. A WSL já anunciou que o seu substituto vai ser o brasileiro Alejo Muniz.

Este contratempo acontece precisamente na melhor fase da temporada de Flores, que vinha de um 3.º lugar nas Fiji, ocupando o top 10 do ranking. O wipeout sofrido numa onda num lugar remoto na Indonésia deixou-o inconsciente, tendo de ser mesmo operado. O resultado foi a duas fraturas faciais e uma lesão a nível cerebral, para além dos vários cortes na face.

Ainda assim, o desejo do francês em recuperar a tempo para Jeffreys era grande, mas na mais recente visita ao médico viu-lhe ser negada essa possibilidade. A lesão ainda está longe de estar recuperada e Jeremy foi mesmo obrigado a anunciar a sua desistência, ele que era um dos muitos surfistas em dúvida para este evento.

Curiosamente, Jeremy vai falhar uma etapa de má memória para ele. Foi em J-Bay no ano passado que, depois de perder no 2.ª round, o francês se dirigiu ao painel de juízes, tendo supostamente tentado partir para agressões. Esse incidente valeu-lhe uma pesada multa e uma suspensão de dois eventos.

No seu lugar entra Alejo Muniz, que fará assim o quarto evento do Tour esta temporada, uma vez que é ele o primeiro suplente do circuito. Em grande forma no WQS, Alejo ainda não conseguiu um resultado expressivo este ano entre a elite mundial, mas vai ter na África do Sul nova oportunidade. O surfista brasileiro entra na 3° bateria, juntamente com Owen Wright e Michel Bourez. Esta mudança não mexeu com os heats dos principais top.

Em boa fase no QS, Alejo ainda não se achou na 1° divisão mundial de surf. Foto:WSL / Kelly Cestari.

Em boa fase no QS, Alejo ainda não se achou na 1° divisão mundial de surf. Foto:WSL / Kelly Cestari.

Entretanto, ainda não são conhecidos mais impedimentos por lesão. Jordy Smith, Michel Bourez, John John Florence e Brett Simpson falharam a etapa das Fiji. Se Jordy já voltou a competir no QS10000 de Ballito, os restantes ainda se mantêm em dúvida. Por enquanto, os seus nomes surgem na lista de baterias, mas veremos o que acontece até dia 8, início do período de espera do J-Bay Open.

Entretanto, começa a ser preocupante o número de vezes que a WSL refere nas suas notícias a complexidade e o perigo do free surf, frisando as inúmeras lesões que daí resultam. Uma questão que já foi mesmo debatida no webcast. Situações que sempre aconteceram e irão continuar a acontecer. Depois de terem impedido a participação dos surfistas do Tour em eventos fora da WSL, estarão estes tipos a sequer pensar em limitar as sessões de free surf das suas estrelas?

Fonte: surfportugal.pt.

Foto de capa: WSL / Kirstin.

 

Assista algumas das maiores vacas de 2015

Se você ainda não encarou uma onda “fechadeira”, quase que indefensável, “indropavel”, indomável, que não dá muitas chances de você por para baixo com segurança, você ainda não surfou uma onda em que a maior parte do surf são vacas. E se você não é do meio, não se assuste, eu também não ví vacas surfando por aí. Vaca é o termo utilizado no meio surfístico para definir aquele caldo ou queda inesperada da prancha.

Toda essa galera que entrou nesse mar sabia que iria tomar muita vaca, e nem por isso deixaram de surfar. A vaca é um momento de aprendizado porque é lá embaixo da água que temos que ter calma para sair dessa situação e voltar a respirar tranquilamente. Também é um momento de descontração porque todos se divertem com as vacas dos outros. Assista abaixo:

Vídeo de Mike Lucas.

Música The Funkoars – It’s All Good.

Foto: Instagram/Takumi Yasui.

Joel Parkinson é arremessado do jet

Durante a segunda fase do Oi Rio Pro na Barra da Tijuca, o surfista não estava completamente seguro no jet ski e foi arremessado quando bateram de lado na onda. Isso aí ta mais para uma vídeo cacetada do que para uma vaca.

Levou uma vaca? Dicas para não se afogar

Todos nós quando levamos uma vaca, parece que a superfície não chega nunca. E logo bate aquele medo de se afogar. E sim, é muito perigoso se tomar uma vaca e não saber os métodos certos para voltar rápido para superfície sem colocar a sua vida em risco.

you tube-canal surf lessons

you tube-canal surf lessons

 

Primeiramente, se deve sempre manter a calma. Quanto mais adrenalina mais ar você gasta. Treine sempre prender a respiração de baixo d’água. Assim, seus pulmões vão ficar mais acostumados na hora de ter prender a respiração por mais tempo.

O recorde de ficar sem respirar de baixo d’água foi do francês Stéphane Mifsud, ele conseguiu permanecer 11 minutos e meio dentro d’água sem respirar. Ele estava praticando um esporte chamado Apneia, que é justamente feito para prender a respiração quando se está dentro d’água.

Para surfistas é imprescindível controlar seu emocional, sempre que estamos muito agitados tomamos logo uma vaca, bebemos água e quanto mais agitação, pior o desempenho do atleta.

Sempre que ocorrer quedas e for parar muito longe da superfície. Controle sua respiração, mantenha a calma e volte nadando até voltar a ver a luz do sol. Não se deve brincar com perigo, para iniciantes as vacas são ainda piores, portanto muito cuidado. Vacas, caixotes, quedas, tombos… Tudo isso faz parte da vida do atleta. Quem caiu basta apenas levantar.

 

Vacas sinistras em Margaret River

Com as ondas cabulosas do jeito que estão, nem mesmo os melhores surfistas do planeta escaparam de tomar vacas sinistras. Confira nesse vídeo que a WSL disponibilizou pra gente. E aí, dropava ou puxava o bico? Eu nem entrava na água!